peruspnc

arusweb06

pp zip sul06

pdm2revisao

guia zl2018

turismolazer03

qq

gfc03

recolha monos01

estrategia 25

risco incendio

“O Olhar de Jolon” na Biblioteca Municipal de Penamacor

A exposição “O Olhar de Jolon - Gentes com história” foi inaugurada no dia 1 de setembro. A mostra está patente até ao dia 28 do mesmo mês na Biblioteca Municipal de Penamacor

Foi inaugurada, na Biblioteca Municipal de Penamacor, no dia 1 de setembro, a exposição “O Olhar de Jolon - Gentes com História”. A mostra inclui um conjunto de 20 fotografias de figuras típicas e artesãos, algumas com mais de cinco décadas e outras mais recentes. Segundo o autor, José Lopes Nunes, as fotografias não têm título, permitindo a cada visitante da exposição fazer a sua leitura das obras.
A mostra inclui ainda cerca de 15 máquinas fotográficas antigas, algumas que adquiriu para coleção e outras que foram utilizadas pelo autor, incluindo a primeira, a segunda e a terceira máquinas que adquiriu. Surpresa nesta inauguração foi a inclusão de dez retratos do autor da exposição, que foi fotografado por alguns amigos.
Durante a inauguração, em representação do Presidente da Câmara Municipal de Penamacor, Ilídia Cruchinho defendeu que o concelho deve muito a “Jolon”, já que o autor tem deixado a sua marca tanto como fotógrafo como colaborador do Jornal do Fundão. “Nesta exposição, deixa o registo de figuras típicas do concelho, de pessoas que nos marcaram. Quero deixar um agradecimento público pelo seu trabalho, pela dedicação e pela divulgação do concelho e lembrar que queremos contar consigo durante muitos anos”, disse, deixando ainda o apelo para que José Lopes Nunes realize outras exposições temáticas com os milhares de fotografias que possui.
Já o autor garantiu que vai continuar a fazer o que sabe de melhor. “Agradeço a presença de todos. Estou rodeado de amigos. Gosto de registar as nossas gentes e as suas histórias e vou continuar a fazê-lo”.
Também Alcina Cruchinho, em representação da Biblioteca Municipal, lembrou que aquele espaço está sempre aberto a este tipo de atividades. Por fim o filho de José Lopes Nunes, Jorge Portugal, que montou a exposição e selecionou as fotografias entre as mais de 100 mil disponíveis, deixou uma palavra de apreço ao autor, e Francisco Abreu, amigo de “Jolon”, defendeu que as fotografias de José Lopes Nunes são parte do património e história do concelho.
José Lopes Nunes é natural das Aranhas, tendo nascido em 1943. Reside em Penamacor há mais de 40 anos e tomou o gosto pela fotografia com cerca de 13 anos, quando frequentava o seminário. É colaborador do Jornal do Fundão, também há mais de 40 anos, e colaborou na ilustração fotográfica de diversas obras, tendo arrecadado também alguns prémios. Colaborou, ainda, com diversos órgãos de comunicação social regionais e nacionais, alguns deles já extintos, como o Beira Baixa, o Diário Popular, A Verdade, o Expansão, o Diário de Notícias ou a Agência Lusa.
A exposição estará patente na Biblioteca Municipal de Penamacor até ao dia 28 de setembro.

jl01 jl02 jl03 jl04 jl05 jl06

04/09/2018

tl bt



bm bt44
rcbpenamacor

 

intergreguesias2018 01

ssp01

eaf01

expo jolon01

vind181

vta01

festival afrolatino 01

em01

visitas guiadas encenadas2018

link exposicoes